ASSOCIAÇÃO DOS OBREIROS DE JESUS

Fundada em 1982 

NOVO LOGO.png

RETORNO DAS ATIVIDADES 
 
Comunicamos que no mês de outubro de 2021 voltaremos a ter nossas sessões presenciais.

Iremos iniciar com a sessão de Umbanda no dia 01/10/2021, 6ª feira. Terá limite de lugares para atender as regras da ANVISA sobre a COVID-19.

As sessões de psicografias só retornaram em 2022.

Nos próximos dias iremos informar detalhes.

 

PSICOGRAFIAS
Conforme já informado acima retornaremos com as sessões de psicografias no ano de 2022.

DIVULGAÇÃO DA CAMPANHA PARA A COMPRA E INSTALAÇÃO DE APARELHOS DE AR CONDICIONADO PARA O SALÃO DAS SESSÕES DE PSICOGRAFIA.
CLICK AQUI PARA SABER DETALHES
A Associação dos Obreiros de Jesus (AOJ) é uma instituição civil de caráter religioso, beneficente, de assistência e promoção social, sem fins lucrativos e que tem por finalidades: 
- Estudar a Processualística Universal em todas as suas manifestações;
- Promover a prática da caridade espiritual, moral e material por todos os meios ao seu alcance, em benefício de todos, indistintamente.
No ano de 1985 coube a Célia do Carmo Ferreira da Silva (1925-2007) fundar a instituição. Apresentando desde a infância percepções do plano espiritual, na idade adulta como médium psicógrafa atendia a famílias em encontros reservados nos espaços cedidos por amigos até ampliar o trabalho, após a criação da AOJ na década de 1980 quando passou a atender a centenas de famílias - cerca de 1000 pessoas - vindas de todas as regiões do Brasil e do exterior, em reuniões públicas gratuitas, em sede própria na Rua Alzira Valdetaro, no Sampaio, RJ. O conteúdo das mensagens das Energias desencarnadas - transmitidas à médium por psicografia ou psicofonia - eram de precisão extraordinária, tornando indubitável a perenidade do espírito após a "morte".  
Paralelamente às ações de elucidação de comprovação da vida espiritual, a Associação dos Obreiros de Jesus, tinha em Célia do Carmo a entusiasta por excelência dos trabalhos de assistência material aos mais necessitados. 
Após o desencarne de Célia, atendendo a seu pedido, a Associação dos Obreiros de Jesus continua a sua missão, como medianeira da caridade espiritual e material. Outro tempo, outro espaço, mas a  integridade, a os valores morais e o amor com que se trabalha na instituição não se alteraram, pois fazem parte do legado deixado por alguém que se reconhecia "apenas" como um "ótimo instrumento", mas, que é e sempre será um exemplo de renúncia e abnegação, quando devolveu a esperança a tantas vidas ao provar que a morte não existe.